domingo, 30 de outubro de 2011

CORRE JAMOR 2011

Prova de 9kms precedida de um treino de 16kms ao longo da Marginal.

Eu e o Carlos chegamos ao  Complexo Desportivo do Jamor cerca das 7h30 da manhã tendo já à nossa espera o Jorge Almeida e o Pedro João Reis que conhecemos hoje mesmo e pertence ao grupo do Portugal Running do Facebook.

Objectivo: mais um treininho para a Maratona e segundo o Carlos a prova em si como uma simulação da Av. Almirante Reis. Não concordo muito porque o efeito é diferente. Temos subidas e descidas para cansar e descansar as pernas enquanto que a Almirante Reis é sempre a subir (embora o Jorge Branco ache que não) e com 37kms nas pernas, mais coisa, menos coisa….

No fim desse mesmo treino chegamos ao Jamor e tivemos tempo para mudar de roupa, beber um café…. e o Carlos e o Jorge um bolo para reporem as energias.

Encontrámos no café pessoal do Portugal Running mas na altura de começar a correr fomos só os três. Confesso que aquele inicio de prova era diferente do costume, comecei a sentir as pernas pesadas. Não era cansaço, era mesmo as pernas pesadas talvez pela pausa e retorno de corrida, com o aquecimento muscular passou. 
Durante a prova encontramos o  Vital Lacerda e o Armando Cardoso e continuamos os cinco juntos até ao fim da prova.

Este ano gostei mais do percurso mas em dada altura parecia um carrossel com tanto ziguezaguee quando cheguei a pista de tartan adorei porque aquele piso é um espectáculo, sinto-me nas nuvens e não tenho medo de torcer os pés nem nada …. Outra coisa que gostei muito foi ouvir o meu nome quando cheguei à meta. Eu não ganho nada, terminamos a prova com 52’30 tempo de chip, mas que é muito agradável de ouvir, lá isso é!
Foi a 1ª vez que ouvi assim o meu nome.


No fim da prova juntou-se mais pessoal do Portugal Running o que deu origem a umas fotos que consegui tirar com o telemóvel com a bateria a dar o “berro”.

Agora não temos mais nenhuma prova até à Maratona, é treinar, treinar, treinar…

Tenho muita pena de não ir à 1ª Corrida da Ajuda… e comer umas castanhas no fim, mas é dia de treino longo e não dá para trocar. Provas agora não!

3 comentários:

  1. Não sobe não senhora!
    Se vir o que está no cabeçalho do meu blogue por uns dias destes, talvez ainda hoje, vai ver que não sobe mesmo!
    E deixo já aqui o desfio para irem fazer aquilo lá para Março de 2012!
    É alcatrão como gostam, sem buracos nem pedras!

    (Já agora, fiz uma maratona em Torres Vedras que acabava cá com um rampa! Se andar por ai alguém do meu tempo talvez se lembre da Maratona de Torres Vedras).
    Pronto bem sei que sou um corredor do século XX, do tempo dos "duros"! Pergunte ao Mário Lima!

    ResponderEliminar
  2. Obrigado pela vossa companhia e de certeza que repetiremos em breve. Apesar de só apontar para a 1ª Maratona em Março, não perco nada em ir fazendo já uns treinos mais longos... :-)

    ResponderEliminar